quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Em nota CBF parabeniza o Pelotas pelos 109 anos e reconhece o clube como Bicampeão Gaúcho.

CBF - Confederação Brasileira de Futebol parabeniza o Esporte Clube Pelotas pela passagem dos seus 109 anos e reconhece o clube como Bicampeão Gaúcho! Confira a nota:


Interior gaúcho em festa! Fundado em 1908 com objetivo de criar uma associação desportiva que estivesse à altura da cidade que dá nome ao time, o Esporte Clube Pelotas completa 109 anos de história nesta quarta-feira, 11 de outubro.
Tudo começou um mês antes, quando numa reunião foi acertada a fusão de dois clubes da região: Club Sportivo Internacional e Foot-ball Club. A junção originou o Lobão! Três anos depois da sua fundação, a equipe conquistou o Campeonato Gaúcho, façanha que voltou a se repetir em 1930. A primeira aparição do time no Campeonato Brasileiro aconteceu em 1988 quando disputou a Série B da competição nacional.
Atualmente, a equipe ocupa a 182ª posição do Ranking Nacional de Clubes, com 153 pontos. A CBF parabeniza a todos os torcedores, jogadores e funcionários do clube por mais esse ano dentro do futebol brasileiro e deseja muitas glórias no futuro! Parabéns, Glorioso!




Fonte: Site Oficial da CBF - Clique aqui


A noite, em seu canal oficial, a FGF, como já havia feito em 2010, também reconheceu o Bicampeonato do Lobão. 





O primeiro grande triunfo futebolístico do E. C. Pelotas ocorreu no dia 24 de outubro de 1909 quando, jogando em seu estádio (A Boca do Lobo), derrotou o Sport Club Rio Grande (clube de futebol mais antigo do país), que desde a sua fundação nunca havia perdido uma partida. Ao longo da ininterrupta história de 109 anos, o Pelotas conquistou dois Campeonatos Gaúchos (1911 e 1930), uma Copa dos Campeões (1957), uma Recopa Gaúcha (2014), uma Supercopa (2013), a Copa Lupi Martins (2008) e a Copa Sul Fronteira (2013), sendo assim o único clube do interior do estado a conquistar todas as competições disputadas no futebol gaúcho. Feito que, alem do Pelotas, só o Internacional conseguiu. O Pelotas também possui uma das torcidas mais fanáticas do interior do país.


Fonte: Site Futebol Gaúcho - FGF - Clique aqui



segunda-feira, 2 de outubro de 2017

A invasão da Nação Áureo-Cerúlea ao Passo D'areia em 1964

Com a presença maciça da torcida, Pelotas conquistava o direito de permanecer na primeira divisão do Campeonato Gaúcho de 1964. 

Na foto, o registro do gol de abertura do placar para o São José, e ao fundo a torcida do Pelotas, que tomou as dependências do Estádio Passo D'areia. 

Após fazer um Campeonato Gaúcho ruim em 1963, o Pelotas acabou obrigado a disputar o Torneio da Morte para se manter na Primeira Divisão de 1964. O São José que havia conquistado a Segunda Divisão de 1963 foi o adversário do Pelotas na briga pela vaga. Era o momento de unir forças para que o Pelotas pudesse seguir seu caminho de sucesso, e o torcedor do Pelotas não decepcionou. 

Dezenas de excursões foram organizadas para levar o povo Áureo-Cerúleo até a Capital do Estado. E no dia 22 de março mais de 80 ônibus e centenas de carros particulares pegaram a BR-116 rumo ao Passo D'areia. 

Então, naquele domingo ensolarado em Porto Alegre, como é de praxe, mais de 5 mil torcedores se fizeram presentes para incentivar o Pelotas. Dentro de campo, após o susto inicial com o gol do São José logo aos quatro minutos de jogo, o Pelotas chegaria a vitória com dois gols do atacante Walter da Silva. Vitória da raça, de um time que nunca joga sozinho! 

Na foto, Walter da Silva fuzila o goleiro Joãozinho, decretando a vitória do Pelotas para festa dos mais de 5 mil torcedores presentes ao Passo D'areia. 


---> Abaixo trecho da matéria do Jornal da Capital: 

"O Pelotas se fez acompanhar por um contingente de torcedores que tomaram conta das gerais do Passo D'areia e nunca deixaram de incentivar seus atletas, mesmo quando os Zequinhas deram um susto, abrindo a contagem por intermédio de bandeira."





---> Matéria Completa:




FICHA TÉCNICA:

TORNEIO DA MORTE - 1964

Equipes Participantes:
Esporte Clube Pelotas (Pelotas, RS)
Esporte Clube São José (Porto Alegre, RS)

FASE ÚNICA

SÃO JOSÉ (RS) 1-2 PELOTAS (RS)
Data: 22/03/1964 [Domingo]
Local: Passo D Areia, Porto Alegre, RS, BRA
Juiz: Agomar Martins Röhrig
Assistente [1]: Guilherme Sroka
Assistente [2]: Ricardo Alberto Silva
Renda: 1.394.000,00
Gols: Leal (SJ) aos 4', Walter (P) aos 18' e aos 77'.
SÃO JOSÉ (RS): Joãozinho; Sérgio Rio Branco, Roberto Fernandes, Raul e Nilo; Bandeira, Miguel (Adair), Zago e Leal; Alteu e Volney.
PELOTAS (RS): Piva; Benedito, Rui, Augusto (Tito) e Severo; Serafim, Nezito, Puccinelli e Toquinho; Walter e Bedeuzinho.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Pelotas conquista o Bi-Campeonato Gaúcho em 1930

Campeonato Gaúcho 1930

--> Fase Citadina

Turno
Pelotas 1x4 Brasil 
Pelotas 4x2 Ideal
Bancário 1x1 Pelotas
Pelotas 3x0 Farroupilha
Pelotas 4x1 Sete de Abril

Returno
Brasil 1x2 Pelotas
Ideal  1x2 Pelotas
Pelotas 1x0 Farroupilha
Pelotas 10x0 Bancário
Sete de Abril Pel 0x5 Pelotas

PELOTAS CAMPEÃO CITADINO
* Classificado para a fase Regional do Campeonato Gaúcho


--> Fase Regional

28/12/1930 - S.C.Pelotas 3x2 S.C.São Paulo-RG (Estádio Boca do Lobo) 
Ficha Técnica:                        
Dia: 28.12.1930 (Domingo)
Estádio: Boca do Lobo
Cidade: Pelotas (RS)
Arbitragem: Antônio Lemos Penteado.
Gols: Mário Reis (Pelotas) aos 00’ e Tristão Garcia (Pelotas) aos 00’ do 1º Tempo, Angelino (São Paulo) aos 00’, Guerrino (São Paulo) aos 00’ e Tutú (Pelotas) aos 00’ do 2º Tempo, 
PELOTAS: Bordini; Coi e Dario; Floriano, Martial e Tristão Garcia; Benjamin, Torres, Tutú, Mário Reis e João Pedro. Téc.: Francisco de Paula Janelli (Capitão Geral).
SÃO PAULO: Pipi; Martinatto e Fernandes; Edgar, Vade e Riquinho; Angelino, Fossati, Darcy Encarnação, Guerrino e Gerahylo. Téc.:.

PELOTAS CAMPEÃO REGIONAL, ZONA LITORAL SUL
*Classificado para a final do Campeonato Gaúcho


--> Fase Estadual

FINAL

29/03/1931 -  Grêmio (3) 3x3 (4) Pelotas (Estádio dos Eucaliptos)

Ficha Técnica:
Dia: 29.03.1931 (Domingo)
Estádio: Ildo Meneghetti (Eucaliptos)
Cidade: Porto Alegre (RS)
Arbitragem: Ernesto Fortes
Gols: Nenê (Grêmio) aos 5’ e aos 25’ e Martial (Pelotas) aos 30’ e aos 36’ do 1º Tempo, Foguinho (Grêmio) aos 2’ e João Martial (Pelotas) aos 45’ do 2º Tempo.
Cartões Vermelhos: Foguinho (Grêmio) e Faéco (Pelotas).
GRÊMIO: Lara; Dario e Sardinha; Link, Poroto (Russo) e Adão; Coró, Amâncio, Luíz Carvalho, Foguinho e Nenê. Téc.:.
PELOTAS: Bordini; Dario e Grant; Coi II, Martial e Tristão Garcia; João Pedro (Benjamin), Torres, Tutú, Mário Reis e Chico. Téc.:.


--> Polêmica na segunda conquista estadual da história do Pelotas


*Na final realizada em Porto Alegre, após uma penalidade favorável ao Pelotas, o Grêmio se retirou de campo, pois não aceitava mais ter o árbitro Ernesto Fortes apitando a partida, assim o jogador Martial do Pelotas foi autorizado pela arbitragem a bater a penalidade com a goleira vazia, empatando o jogo em 3 a 3. Na seqüência o Pelotas foi proclamado vencedor da partida por abandono de jogo do seu adversário, ficando o placar em 4 a 3 para o Pelotas. Alguns dias após a partida, a Federação confirmou o título ao Pelotas e multou o Grêmio pela atitude anti-desportiva. Essa foi a segunda conquista estadual do Lobão, sendo o primeiro título Estadual conquistado em 1911 por aclamação, antes mesmo da fundação da FGF.


Poster dos Campeões de 1930


segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Famosos com o Manto Sagrado

CHICO BUARQUE 

Chico Buarque, fardado com o uniforme do Esporte Clube Pelotas , durante descontraído partida de futebol no Parque Tênis Clube, antes do 1º Latino Música no Parque Tênis Club, em 30/10/1988. 




OLÍVIO DUTRA 

O governador do estado entre os anos de 1999 e 2002, Olívio Dutra, em sua passagem por Pelotas e visita a Fenadoce de 2001, recebeu o Manto Sagrado do Esporte Clube Pelotas conforme o registro.  


DADÁ MARAVILHA

Ex craque da Seleção Brasileira, o consagrado Dadá Maravilha com o Manto Sagrado em 2002. Na oportunidade Dadá comentou a partida entre Pelotas e Cruzeiro, valido pela Copa Sul Minas, pela Rede Globo de Televisão.




PELÉ

Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, recebeu o manto Áureo Cerúleo em um evento de telefonia realizado na capital Paulista em 2003. A camisa do lobão foi entregue pelo diretor Veraldo Nunes. 



CHICO ANYSIO

Em 2007 o humorista Chico Anysio recebeu o Manto Sagrado do Pelotas em um evento em São Paulo. Momento marcante com um dos maiores gênios do humor Brasileiro.




CÉSAR SAMPAIO

Ex jogador e capitão da Seleção Brasileira que trabalhou no Pelotas na temporada de 2007, Sampaio com o Manto Sagrado. 



YEDA CRUSIUS 

A então governadora do estado Yeda Crusius, esteve na Boca do Lobo no dia 08/04/2008, ano do Centenário do Clube. Na oportunidade a governadora veio a Pelotas para a inauguração de uma obra e ao pousar com seu helicóptero no Estádio Áureo-Cerúleo, foi agraciada pelo Presidente Luis Aleixo, com o Manto Sagrado.  




MASUHIRO IZUMIYA

O prefeito da cidade Japonesa de Suzu, Masuhiro Izumiya, e diversos representantes da cidade estiveram em Pelotas em Junho de 2008, para a inauguração de uma praça em homenagem a cidade-irmã. Na oportunidade o Politico Japonês recebeu o Manto Sagrado como lembrança. 



LULA

O então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, recebendo das mãos da Deputada Miriam Marrone, a camisa do Esporte Clube Pelotas no ano do seu Centenário. 





HUMBERTO GESSINGER

Humberto Gessinger, vocalista do Engenheiros do Hawaii com o Manto Sagrado em 2008.




LASIER MARTINS

Jornalista e apresentador do Jornal do Almoço durante muitos anos, Lasier Martins, hoje Senador, recebeu a camisa do Esporte Clube Pelotas momentos antes da final da Copa Lupi Martins de 2008. Competição que levou o nome de seu irmão, também jornalista. 




DILMA ROUSSEF e TARSO GENRO

O então Governador Tarso Genro e a Presidente Dilma Roussef recebendo a camisa do Esporte Clube Pelotas das mãos da Deputada Áureo-Cerúlea Míriam Marrone, em Outubro de 2011, nas comemorações dos 103 anos do E C Pelotas.






NANDO REIS

O cantor e compositor Nando Reis esteve em Pelotas em Outubro de 2011, para apresentação no Theatro Guarany. Na oportunidade Nando Reis jantou na Churrascaria Lobão e ganhou de presente a camisa do Esporte Clube Pelotas.





MESSI

Lionel Messi com o Manto Sagrado em um evento realizado em Buenos Aires em 2012.




JOÃO DE ALMEIDA NETO

Em dezembro de 2016, em um encontro na capital Gaúcha, o então diretor Baidek e o então técnico Marcelo Rospide, presentearam o cantor tradicionalista João de Almeida Neto com o Manto Sagrado. 




LEANDRO BORTHOLACCI

Em março de 2017, o então goleiro  do clube, Rafael Dal Ri, entregou o Manto Sagrado Áureo-Cerúleo para o radialista e apresentador Leandro Bortholacci, o Lelê da Rede Atlântida. 


quinta-feira, 13 de julho de 2017

A Copa Sul Minas de 2002

A competição

A Copa Sul-Minas de 2002 foi a terceira edição deste torneio de futebol, realizado entre os maiores clubes de Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Os jogos começaram em Janeiro e terminaram em Maio. O campeão foi Cruzeiro que venceu na final a equipe do Atlético Paranaense. Os quatro semifinalistas garantiram vaga na Copa dos Campeões de 2002.

Sistema de disputa

Os 16 times jogaram um turno de todos contra todos, os 4 melhores colocados avançaram às semifinais. Nas semifinais, 1º x 4º e 2º x 3º levando em conta a classificação da fase de todos contra todos. Os jogos foram de ida e volta, o vencedor avançava às finais. As finais foram disputadas em jogos de ida e volta. O vencedor foi o campeão.

Trajetória do Lobão na Copa Sul-Minas

Pelotas venceu o Paraná Clube
      Sob o comando do Técnico Paulista Válter Ferreira, contratado em novembro de 2001 e que chegou à Boca do Lobo juntamente com o fisicultor Paulo Müller e uma bagagem de boas campanhas em clubes do Pará - Remo e Paysandu - e Gama, de Brasília, o Pelotas estreou na Copa Sul-Minas vencendo o Joinville por 3 a 2, em Santa Catarina, dia 20 de janeiro. Na segunda rodada nova vitória, agora sobre o Mamoré de Minas Gerais, na Boca do Lobo: 5 a 2 em um show de Samuel. 

Até a 3ª rodada o Lobão era o líder isolado da competição, era notícia a nível nacional, o Lobão assombrava os grandes clubes do Brasil. No entanto, de um começo animador, a trajetória áureo-cerúlea se transformou num quase pesadelo nas rodadas que se seguiram. Derrotas para Juventude, 2 a 1, Tubarão, 1 a 0, e Coritiba, 3 a 2, colocaram o time de Válter Ferreira numa colocação intermediária na tabela.


Lobão contra o Campeão Brasileiro
      Somente na 6ª rodada o Pelotas voltou a pontuar, num empate em 2 a 2 com o América, no Estádio Independência. Sétima rodada e nova derrota: 1 a 0 para o Malutrom. Na 8ª rodada dia 24 de fevereiro, um surpreendente empate com o Criciúma, 4 a 4, na Boca do Lobo, que culminou com a queda do técnico Válter Ferreira. Nessa partida o Pelotas chegou a estar perdendo por 4 a 1 e buscou o empate. Mais surpreendente, ainda, foi a contratação de Arnaldo Lira, que comandava o Tubarão, vice-líder da competição, e deixou o time catarinense para assumir o Pelotas praticamente sem chances de classificação e jogando para sair da zona de rebaixamento.

Lira assumiu o time na partida  contra o Grêmio, no Olímpico, dia 3 de março. Nova derrota áureo-cerúlea, 2 a 1. A estrela do técnico brilhou no jogo contra o Paraná Clube, com uma grande vitória por 2 a 1, na Boca do Lobo, dia 10 de março.


Dário, o Dádá Maravilha
      Na 11ª rodada veio a derrota para o Campeão Brasilero, 4 a 0, em Curitiba. Naquela partida o Pelotas teve praticamente um time reserva contra o Atlético Paranaense devido e lesões e suspensões de atletas. O novo desafio, o embalado Figueirense, quase foi vencido: 2 a 2, com a ajuda da arbitragem em favor do time de Florianópolis. O Cruzeiro, na 13ª rodada, também contou com a ajuda do árbitro para derrotar o Lobão por 3 a 2, na Boca do Lobo. Depois foi a vez de encarar o Atlético Mineiro no Mineirão. O jogo estava 2 a 2 quando o time de Arnaldo Lira ficou sem cinco de seus atletas, culminando com a expulsão de Robertinho. O Pelotas chegou à última rodada, contra o Internacional precisando pontuar, mas também podendo perder em caso de vitória ou empate do Grêmio frente o Mamoré, no Olímpico. Em Porto Alegre deu Grêmio; na Boca do Lobo deu Internacional, mas a derrota não foi suficiente para estragar a festa áureo-cerúlea. O Lobão enfrentou os grandes, superou as dificuldades e garantiu permanência na competição nacional, conquistava ali, a vaga para a Copa Sul Minas 2003.


Michel Bastos foi destaque
Destaques - A participação do Pelotas na Copa Sul-Minas foi destacada para alguns jogadores. Dos primeiros a chegarem à Boca do Lobo, Samuel, Paulo César Baier e Bebeto, juntamente com o jovem Michel Bastos, formado na base do clube, foram os que mais se destacaram na competição. Samuel, inclusive, foi o goleador do time e um dos maiores da competição, com oito gols. Dos que chegaram na Era Lira, Aldinho, Robertinho e Rodrigo, foram os destaques.





Durante toda a competição, o Pelotas utilizou 30 jogadores, conforme relação abaixo:

GOLEIROS: Rafael e Ciro (nao jogou nenhuma partida);
LATERAIS DIREITOS: Jorginho e Roberto;
LATERAIS ESQUERDOS: Michel Bastos, Jader e Edenilso;
ZAGUEIROS: Dias, Rondinelli, Luís Fernando, Izaias, Aldinho, Rodrigo e Renato;
VOLANTES: Sidiclei, Claudinho, Robertinho, Alessandro, Fabiano e André,
MEIO-CAMPISTAS: Jorge Mutt, Alexandre Bochecha, Paulo Cesar Baier e Jeferson;
ATACANTES: Samuel, Bebeto, Paulinho, Cláudio Milar, Giuliano e Assis.


Matéria do Jornal Diário Popular
Retrospecto na Copa Sul-Minas:
Válter Ferreira:
8 JOGOS: - 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas
Arnaldo Lira:
7 JOGOS: - 1 vitória, 2 empate e 4 derrotas. 
Campanha do Pelotas na Copa Sul Minas (Geral):
15 JOGOS: 3 vitórias, 4 empates e 8 derrotas.
Classificação Final: 13º colocado com 13 pontos.

Confira a baixo a lista de jogos do Pelotas na competição:
Joinville-SC 2x3 Pelotas
Pelotas 5x2 Mamoré-MG
Juventude-RS 2x1 Pelotas
Pelotas 0x1 Tubarão-SC
Pelotas 2x3 Coritiba
América-MG 2x2 Pelotas
Malutron-PR 1x0 Pelotas
Pelotas 4x4 Criciúma
Grêmio 2x1 Pelotas
Pelotas 2x1 Paraná Clube
Atlético Paranaense 4x0 Pelotas
Figueirense 2x2 Pelotas
Pelotas 2x3 Cruzeiro
Atlético Mineiro 2x2 Pelotas
Pelotas 0x1 Internacional

***  Confira a tabela com classificação final da Copa Sul Minas clicando AQUI.


CONFIRA OS LANCES E GOLS DAS PARTIDAS - TV ARQUIVO LOBÃO


Pelotas x Coritiba




 Pelotas x Criciúma

 


 Grêmio x Pelotas

 


 Atlético Paranaense x Pelotas

 


 Pelotas x Cruzeiro

 





 Atlético Mineiro x Pelotas




Abaixo algumas fotos da participação do Pelotas na competição:

 Pelotas na Copa Sul Minas 2002 - Em pé: Rodrigo, Aldinho, Fabiano, Dias, Paulo Baier e Rafael. Agachados: Luiz Fabiano, Samuel, Bebeto, Jorge Mutt e Michel Bastos. 

Esporte Clube Pelotas na Copa Sul Minas de 2002 - Time que entrou em campo no empate em 4x4 contra o Criciúma - Em pé: Rondinelly, Leandro (aux. prep. física), Izaias, Jorginho, Alessandro, Giuliano e Rafael. Agachados: Paulo Baier, Assis, Luiz Fabiano, Michel Bastos e Alexandre Buchecha.

 Copa Sul Minas 2002 - Joinville 2x3 Pelotas

 Copa Sul Minas 2002 - Pelotas 2x3 Cruzeiro-MG

 Sul Minas 2002 - Atlético Mineiro 2x2 Pelotas no Estádio Mineirão - Na foto: Mancini (Atlético) em lance com Michel Bastos (Pelotas) 

Sul Minas 2002 - O Técnico Valter Ferreira no reservado do Pelotas

quarta-feira, 12 de julho de 2017

O Lobão na Copa do Brasil 2003

A competição

A Copa do Brasil é a segunda competição mais importante do calendário do futebol Brasileiro e da vaga direta na Copa Libertadores da América. Nesta edição, a competição teve transmissão em TV aberta pela Rede Globo, e em TV fechada pelo SporTV. O Cruzeiro Esporte Clube foi o campeão da Copa do Brasil de 2003. 


Sistema de disputa

A disputa se dá no sistema "mata-mata" em todo o campeonato, ou seja, times divididos em chaves de dois, decidindo em 2 jogos, cada jogo com um deles como mandante. Aquele que conseguir mais pontos passa para a fase seguinte, onde o sistema se repete até a final, que decide o campeão. Desde 1989, o campeão tem vaga garantida na Copa Libertadores da América do ano seguinte.

Em 1995 foi estabelecido que, nas duas primeiras fases, se o time visitante vencesse por diferença maior ou igual a três gols no jogo de ida, estaria classificado para a fase seguinte. No ano seguinte, foi estabelecido que a diferença necessária para se qualificar como visitante no jogo de ida seria de dois gols, critério que permanece até os dias de hoje nas duas primeiras fases da competição.



Áureo-Cerúleo foi o primeiro time da Zona Sul do Estado na disputa da competição Nacional. Após ficar na 4º colocação do Campeonato Gaúcho de 2002, conquistou a vaga na Copa do Brasil do ano seguinte. Após sorteio na CBF ficou definido o confronto entre Pelotas e Guarani de Campinas, sendo a primeira partida na Boca do Lobo e o jogo da volta no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas-SP.

Na primeira partida realizada na Boca do Lobo, o Pelotas foi melhor até o final da 1º etapa, quando o placar apontou vitória do Lobão por um a zero, gol do meio campista Marco Antonio, aos 43 minutos. No segundo tempo o Pelotas sentiu claramente a parte física, devido ao pouco tempo de trabalho até então, o Lobão acabou sucumbindo na segunda etapa do confronto, com isso acabou sedendo a virada para o time Paulista, no final, vitória do Guarani por 2 a 1.

Ficha Técnica da Globo.Com

     Na segunda partida no Estádio Brinco de Ouro, em São Paulo, Guarani e Pelotas fizeram uma partida equilibrada, logo no início da partida o Guarani abriu o placar em um gol de Rodrigão, naquela noite parecia que a vitória do time Paulista seria fácil, mas não foi o que aconteceu, o Lobão cresceu na partida equilibrando o confronto, por vários momentos o Pelotas foi superior no Brinco de Ouro, chegou a colocar uma bola na trave do Guarani em jogada de Marco Antônio. O Pelotas após muito tentar, chegou ao gol apenas no final da partida, após escanteio, Eber empatou a partida aos 48 minutos da segunda etapa, porém, o gol do Áureo-Cerúleo não foi suficiente para dar a classificação ao Lobão.

Ficha Técnica do jogo da volta. Globo.Com

CLASSIFICAÇÃO IRREGULAR

     No jogo de volta em São Paulo, o Guarani promoveu a estreia do volante Leandro Guerreiro, o clube Paulista escalou de maneira irregular o atleta na partida contra o Pelotas, recém contratado pelo time Paulista Leandro Guerreiro não poderia atuar naquela partida por problemas na documentação. Após a classificação do Guarani, a competição teve sequência, na segunda fase da Copa do Brasil o Guarani enfrentou e eliminou o Vila Nova-GO logo na primeira partida, evitando assim a partida de volta.
    Inesperadamente, o clube Goiano recorreu ao STJD com a acusação de escalação irregular do volante Leandro Guerreiro do Guarani na partida contra o Pelotas, após o julgamento do STJD, o Vila Nova conquistou o direito de seguir na competição.
     A vaga que seria por direito do Pelotas (clube prejudicato), acabou caindo no colo do Vila Nova, a direção do Pelotas recorreu ao STJD que acabou nem julgando o mérito, assim o Pelotas, maior prejudicado com a escalação de Leandro Guerreiro, acabou fora da competição de maneira irregular.

MATÉRIAS:

Colocarei aqui "trechos" de matérias de 2003, com o link da fonte:

DIREITO DO PELOTAS

"PELOTAS - Na segunda-feira, quando a notícia foi veiculada pela Agência Estado, a direção do Esporte Clube Pelotas preferiu aguardar o desenrolar dos acontecimentos. As manifestações eram discretas, apesar de que, uma vez confirmada a irregularidade, o Pelotas teria o direito de pleitear para si qualquer benefício com uma possível punição ao Guarani. Afinal, foi contra o Pelotas que Leandro Guerreiro havia jogado a sua primeira partida na Copa do Brasil, empate em 1 a 1, dia 19 de fevereiro."

O CASO


"O problema teria começado quando o departamento técnico da CBF não incluiu o nome do volante no Boletim Informativo Diário até o dia 21, prazo que garantiria a escalação regular do atleta no jogo do dia 26. A documentação do atleta estava na entidade desde o dia 4 de fevereiro.

O regulamento da Copa do Brasil determina que a documentação do atleta seja regularizada três dias úteis antes de uma partida.

Mesmo assim, o Guarani, comandado na ocasião pelo gerente de futebol e ex-jogador Neto, acabou escalando o volante."
Uol


CONFIRA OS LANCES E GOLS DAS PARTIDAS - TV ARQUIVO LOBÃO


Pelotas x Guarani
 


Guarani x Pelotas


sábado, 25 de março de 2017

Revelado pelo Pelotas, Leonardo Natel é convocado para treinar com a Seleção Brasileira

Jovem jogador, revelado nas categorias de base do Esporte Clube Pelotas, treinou hoje a tarde (25), ao lado de craques como Neymar, Marcelo e Philipe Coutinho. 



O Brasil joga com o Paraguai nesta terça-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo, mas treinou nesta tarde no Estádio do Morumbi, a casa do São Paulo FC, clube em que joga Leonardo Natel.

O jovem, revelado pelo Pelotas em 2013, foi convocado para os treinamentos da Seleção principal do Brasil, comandada pelo técnico Tite, e seguirá até segunda-feira participando dos treinamentos. 

Leonardo Natel fez parte do elenco treinado por Felipe Muller nas temporadas de 2012 e 2013, quando teve a oportunidade de defender o Lobão no Torneio Internacional de Montani, disputado na Itália em 2013. Naquela oportunidade o jovem jogador do Pelotas chamou a atenção do tradicional Benfica, de Portugal. Em 2016, Natel se transferiu por empréstimo ao São Paulo. 

Leonardo Natel atuando pelo Pelotas