quinta-feira, 13 de julho de 2017

A Copa Sul Minas de 2002

A competição

A Copa Sul-Minas de 2002 foi a terceira edição deste torneio de futebol, realizado entre os maiores clubes de Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Os jogos começaram em Janeiro e terminaram em Maio. O campeão foi Cruzeiro que venceu na final a equipe do Atlético Paranaense. Os quatro semifinalistas garantiram vaga na Copa dos Campeões de 2002.

Sistema de disputa

Os 16 times jogaram um turno de todos contra todos, os 4 melhores colocados avançaram às semifinais. Nas semifinais, 1º x 4º e 2º x 3º levando em conta a classificação da fase de todos contra todos. Os jogos foram de ida e volta, o vencedor avançava às finais. As finais foram disputadas em jogos de ida e volta. O vencedor foi o campeão.

Trajetória do Lobão na Copa Sul-Minas

Pelotas venceu o Paraná Clube
      Sob o comando do Técnico Paulista Válter Ferreira, contratado em novembro de 2001 e que chegou à Boca do Lobo juntamente com o fisicultor Paulo Müller e uma bagagem de boas campanhas em clubes do Pará - Remo e Paysandu - e Gama, de Brasília, o Pelotas estreou na Copa Sul-Minas vencendo o Joinville por 3 a 2, em Santa Catarina, dia 20 de janeiro. Na segunda rodada nova vitória, agora sobre o Mamoré de Minas Gerais, na Boca do Lobo: 5 a 2 em um show de Samuel. 

Até a 3ª rodada o Lobão era o líder isolado da competição, era notícia a nível nacional, o Lobão assombrava os grandes clubes do Brasil. No entanto, de um começo animador, a trajetória áureo-cerúlea se transformou num quase pesadelo nas rodadas que se seguiram. Derrotas para Juventude, 2 a 1, Tubarão, 1 a 0, e Coritiba, 3 a 2, colocaram o time de Válter Ferreira numa colocação intermediária na tabela.


Lobão contra o Campeão Brasileiro
      Somente na 6ª rodada o Pelotas voltou a pontuar, num empate em 2 a 2 com o América, no Estádio Independência. Sétima rodada e nova derrota: 1 a 0 para o Malutrom. Na 8ª rodada dia 24 de fevereiro, um surpreendente empate com o Criciúma, 4 a 4, na Boca do Lobo, que culminou com a queda do técnico Válter Ferreira. Nessa partida o Pelotas chegou a estar perdendo por 4 a 1 e buscou o empate. Mais surpreendente, ainda, foi a contratação de Arnaldo Lira, que comandava o Tubarão, vice-líder da competição, e deixou o time catarinense para assumir o Pelotas praticamente sem chances de classificação e jogando para sair da zona de rebaixamento.

Lira assumiu o time na partida  contra o Grêmio, no Olímpico, dia 3 de março. Nova derrota áureo-cerúlea, 2 a 1. A estrela do técnico brilhou no jogo contra o Paraná Clube, com uma grande vitória por 2 a 1, na Boca do Lobo, dia 10 de março.


Dário, o Dádá Maravilha
      Na 11ª rodada veio a derrota para o Campeão Brasilero, 4 a 0, em Curitiba. Naquela partida o Pelotas teve praticamente um time reserva contra o Atlético Paranaense devido e lesões e suspensões de atletas. O novo desafio, o embalado Figueirense, quase foi vencido: 2 a 2, com a ajuda da arbitragem em favor do time de Florianópolis. O Cruzeiro, na 13ª rodada, também contou com a ajuda do árbitro para derrotar o Lobão por 3 a 2, na Boca do Lobo. Depois foi a vez de encarar o Atlético Mineiro no Mineirão. O jogo estava 2 a 2 quando o time de Arnaldo Lira ficou sem cinco de seus atletas, culminando com a expulsão de Robertinho. O Pelotas chegou à última rodada, contra o Internacional precisando pontuar, mas também podendo perder em caso de vitória ou empate do Grêmio frente o Mamoré, no Olímpico. Em Porto Alegre deu Grêmio; na Boca do Lobo deu Internacional, mas a derrota não foi suficiente para estragar a festa áureo-cerúlea. O Lobão enfrentou os grandes, superou as dificuldades e garantiu permanência na competição nacional, conquistava ali, a vaga para a Copa Sul Minas 2003.


Michel Bastos foi destaque
Destaques - A participação do Pelotas na Copa Sul-Minas foi destacada para alguns jogadores. Dos primeiros a chegarem à Boca do Lobo, Samuel, Paulo César Baier e Bebeto, juntamente com o jovem Michel Bastos, formado na base do clube, foram os que mais se destacaram na competição. Samuel, inclusive, foi o goleador do time e um dos maiores da competição, com oito gols. Dos que chegaram na Era Lira, Aldinho, Robertinho e Rodrigo, foram os destaques.





Durante toda a competição, o Pelotas utilizou 30 jogadores, conforme relação abaixo:

GOLEIROS: Rafael e Ciro (nao jogou nenhuma partida);
LATERAIS DIREITOS: Jorginho e Roberto;
LATERAIS ESQUERDOS: Michel Bastos, Jader e Edenilso;
ZAGUEIROS: Dias, Rondinelli, Luís Fernando, Izaias, Aldinho, Rodrigo e Renato;
VOLANTES: Sidiclei, Claudinho, Robertinho, Alessandro, Fabiano e André,
MEIO-CAMPISTAS: Jorge Mutt, Alexandre Bochecha, Paulo Cesar Baier e Jeferson;
ATACANTES: Samuel, Bebeto, Paulinho, Cláudio Milar, Giuliano e Assis.


Matéria do Jornal Diário Popular
Retrospecto na Copa Sul-Minas:
Válter Ferreira:
8 JOGOS: - 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas
Arnaldo Lira:
7 JOGOS: - 1 vitória, 2 empate e 4 derrotas. 
Campanha do Pelotas na Copa Sul Minas (Geral):
15 JOGOS: 3 vitórias, 4 empates e 8 derrotas.
Classificação Final: 13º colocado com 13 pontos.

Confira a baixo a lista de jogos do Pelotas na competição:
Joinville-SC 2x3 Pelotas
Pelotas 5x2 Mamoré-MG
Juventude-RS 2x1 Pelotas
Pelotas 0x1 Tubarão-SC
Pelotas 2x3 Coritiba
América-MG 2x2 Pelotas
Malutron-PR 1x0 Pelotas
Pelotas 4x4 Criciúma
Grêmio 2x1 Pelotas
Pelotas 2x1 Paraná Clube
Atlético Paranaense 4x0 Pelotas
Figueirense 2x2 Pelotas
Pelotas 2x3 Cruzeiro
Atlético Mineiro 2x2 Pelotas
Pelotas 0x1 Internacional

***  Confira a tabela com classificação final da Copa Sul Minas clicando AQUI.


CONFIRA OS LANCES E GOLS DAS PARTIDAS - TV ARQUIVO LOBÃO


Pelotas x Coritiba




 Pelotas x Criciúma

 


 Grêmio x Pelotas

 


 Atlético Paranaense x Pelotas

 


 Pelotas x Cruzeiro

 





 Atlético Mineiro x Pelotas




Abaixo algumas fotos da participação do Pelotas na competição:

 Pelotas na Copa Sul Minas 2002 - Em pé: Rodrigo, Aldinho, Fabiano, Dias, Paulo Baier e Rafael. Agachados: Luiz Fabiano, Samuel, Bebeto, Jorge Mutt e Michel Bastos. 

Esporte Clube Pelotas na Copa Sul Minas de 2002 - Time que entrou em campo no empate em 4x4 contra o Criciúma - Em pé: Rondinelly, Leandro (aux. prep. física), Izaias, Jorginho, Alessandro, Giuliano e Rafael. Agachados: Paulo Baier, Assis, Luiz Fabiano, Michel Bastos e Alexandre Buchecha.

 Copa Sul Minas 2002 - Joinville 2x3 Pelotas

 Copa Sul Minas 2002 - Pelotas 2x3 Cruzeiro-MG

 Sul Minas 2002 - Atlético Mineiro 2x2 Pelotas no Estádio Mineirão - Na foto: Mancini (Atlético) em lance com Michel Bastos (Pelotas) 

Sul Minas 2002 - O Técnico Valter Ferreira no reservado do Pelotas

quarta-feira, 12 de julho de 2017

O Lobão na Copa do Brasil 2003

A competição

A Copa do Brasil é a segunda competição mais importante do calendário do futebol Brasileiro e da vaga direta na Copa Libertadores da América. Nesta edição, a competição teve transmissão em TV aberta pela Rede Globo, e em TV fechada pelo SporTV. O Cruzeiro Esporte Clube foi o campeão da Copa do Brasil de 2003. 


Sistema de disputa

A disputa se dá no sistema "mata-mata" em todo o campeonato, ou seja, times divididos em chaves de dois, decidindo em 2 jogos, cada jogo com um deles como mandante. Aquele que conseguir mais pontos passa para a fase seguinte, onde o sistema se repete até a final, que decide o campeão. Desde 1989, o campeão tem vaga garantida na Copa Libertadores da América do ano seguinte.

Em 1995 foi estabelecido que, nas duas primeiras fases, se o time visitante vencesse por diferença maior ou igual a três gols no jogo de ida, estaria classificado para a fase seguinte. No ano seguinte, foi estabelecido que a diferença necessária para se qualificar como visitante no jogo de ida seria de dois gols, critério que permanece até os dias de hoje nas duas primeiras fases da competição.



Áureo-Cerúleo foi o primeiro time da Zona Sul do Estado na disputa da competição Nacional. Após ficar na 4º colocação do Campeonato Gaúcho de 2002, conquistou a vaga na Copa do Brasil do ano seguinte. Após sorteio na CBF ficou definido o confronto entre Pelotas e Guarani de Campinas, sendo a primeira partida na Boca do Lobo e o jogo da volta no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas-SP.

Na primeira partida realizada na Boca do Lobo, o Pelotas foi melhor até o final da 1º etapa, quando o placar apontou vitória do Lobão por um a zero, gol do meio campista Marco Antonio, aos 43 minutos. No segundo tempo o Pelotas sentiu claramente a parte física, devido ao pouco tempo de trabalho até então, o Lobão acabou sucumbindo na segunda etapa do confronto, com isso acabou sedendo a virada para o time Paulista, no final, vitória do Guarani por 2 a 1.

Ficha Técnica da Globo.Com

     Na segunda partida no Estádio Brinco de Ouro, em São Paulo, Guarani e Pelotas fizeram uma partida equilibrada, logo no início da partida o Guarani abriu o placar em um gol de Rodrigão, naquela noite parecia que a vitória do time Paulista seria fácil, mas não foi o que aconteceu, o Lobão cresceu na partida equilibrando o confronto, por vários momentos o Pelotas foi superior no Brinco de Ouro, chegou a colocar uma bola na trave do Guarani em jogada de Marco Antônio. O Pelotas após muito tentar, chegou ao gol apenas no final da partida, após escanteio, Eber empatou a partida aos 48 minutos da segunda etapa, porém, o gol do Áureo-Cerúleo não foi suficiente para dar a classificação ao Lobão.

Ficha Técnica do jogo da volta. Globo.Com

CLASSIFICAÇÃO IRREGULAR

     No jogo de volta em São Paulo, o Guarani promoveu a estreia do volante Leandro Guerreiro, o clube Paulista escalou de maneira irregular o atleta na partida contra o Pelotas, recém contratado pelo time Paulista Leandro Guerreiro não poderia atuar naquela partida por problemas na documentação. Após a classificação do Guarani, a competição teve sequência, na segunda fase da Copa do Brasil o Guarani enfrentou e eliminou o Vila Nova-GO logo na primeira partida, evitando assim a partida de volta.
    Inesperadamente, o clube Goiano recorreu ao STJD com a acusação de escalação irregular do volante Leandro Guerreiro do Guarani na partida contra o Pelotas, após o julgamento do STJD, o Vila Nova conquistou o direito de seguir na competição.
     A vaga que seria por direito do Pelotas (clube prejudicato), acabou caindo no colo do Vila Nova, a direção do Pelotas recorreu ao STJD que acabou nem julgando o mérito, assim o Pelotas, maior prejudicado com a escalação de Leandro Guerreiro, acabou fora da competição de maneira irregular.

MATÉRIAS:

Colocarei aqui "trechos" de matérias de 2003, com o link da fonte:

DIREITO DO PELOTAS

"PELOTAS - Na segunda-feira, quando a notícia foi veiculada pela Agência Estado, a direção do Esporte Clube Pelotas preferiu aguardar o desenrolar dos acontecimentos. As manifestações eram discretas, apesar de que, uma vez confirmada a irregularidade, o Pelotas teria o direito de pleitear para si qualquer benefício com uma possível punição ao Guarani. Afinal, foi contra o Pelotas que Leandro Guerreiro havia jogado a sua primeira partida na Copa do Brasil, empate em 1 a 1, dia 19 de fevereiro."

O CASO


"O problema teria começado quando o departamento técnico da CBF não incluiu o nome do volante no Boletim Informativo Diário até o dia 21, prazo que garantiria a escalação regular do atleta no jogo do dia 26. A documentação do atleta estava na entidade desde o dia 4 de fevereiro.

O regulamento da Copa do Brasil determina que a documentação do atleta seja regularizada três dias úteis antes de uma partida.

Mesmo assim, o Guarani, comandado na ocasião pelo gerente de futebol e ex-jogador Neto, acabou escalando o volante."
Uol


CONFIRA OS LANCES E GOLS DAS PARTIDAS - TV ARQUIVO LOBÃO


Pelotas x Guarani
 


Guarani x Pelotas


sábado, 25 de março de 2017

Revelado pelo Pelotas, Leonardo Natel é convocado para treinar com a Seleção Brasileira

Jovem jogador, revelado nas categorias de base do Esporte Clube Pelotas, treinou hoje a tarde (25), ao lado de craques como Neymar, Marcelo e Philipe Coutinho. 



O Brasil joga com o Paraguai nesta terça-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo, mas treinou nesta tarde no Estádio do Morumbi, a casa do São Paulo FC, clube em que joga Leonardo Natel.

O jovem, revelado pelo Pelotas em 2013, foi convocado para os treinamentos da Seleção principal do Brasil, comandada pelo técnico Tite, e seguirá até segunda-feira participando dos treinamentos. 

Leonardo Natel fez parte do elenco treinado por Felipe Muller nas temporadas de 2012 e 2013, quando teve a oportunidade de defender o Lobão no Torneio Internacional de Montani, disputado na Itália em 2013. Naquela oportunidade o jovem jogador do Pelotas chamou a atenção do tradicional Benfica, de Portugal. Em 2016, Natel se transferiu por empréstimo ao São Paulo. 

Leonardo Natel atuando pelo Pelotas

quarta-feira, 8 de março de 2017

Apresentação dos uniformes 2017

Segunda-Feira (8), durante o intervalo de partida entre Pelotas e Avenida, valido pela 1º rodada da 1º fase do Campeonato Gaúcho Série A2, tivemos a apresentação dos uniformes oficiais do Esporte Clube Pelotas para a temporada 2017. 

Um público de aproximadamente 5 mil fanáticos Áureo-Cerúleos puderam conferir de perto os lindos uniformes confeccionados pela Dresch Sport. 

Confira as fotos de Tiago Winter: 











quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

AO VIVO - Lance de Craque 2016 com Sandro Sotilli

Lance de Craque 2016 com a presença do Eterno ídolo Áureo Cerúleo Sandro Sotilli. Outra presença especial é a de Alan Ruschel, sobrevivente do acidente com o time da Chapecoense e ex atleta do Pelotas nas temporadas de 2010 e 2011.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

A confronto entre Pelotas e Seleção Argentina em 1919, é um dos destaques da Revista Série Z

Confira as páginas 63, 64 e 65 da Revista Série Z , que traz os detalhes da partida entre Pelotas e Seleção Argentina, realizada em 1919. 


Para conferir a Revista Completa, basta acessar o link: https://issuu.com/seriezrevista/docs/seriez7

Página 63 

Página 64 

Página 65

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Seção Túnel do Tempo: Pelotas vence a Portuguesa em 1964


No dia 23 de fevereiro de 1964, o Pelotas recebeu na Boca do Lobo a Portuguesa de Desportos. Naquela temporada a Lusa excursionou a Minas Gerais e Rio Grande do Sul e já era Bicampeã Paulista e Bicampeã da Copa Rio São Paulo. Ao final da partida, vitória Áureo Cerúlea por 2 a 1 com gols de Valter e Nezito, descontando Uga para os Paulistas.   


Abaixo matérias do Jornal Diário de Noticia, de Porto Alegre.






Ficha Técnica:
Pelotas 2x1 Portuguesa
Local: Estádio Boca do Lobo - Pelotas-RS
Data: 23/02/1964
Motivo: Amistoso
Gols: Valter e Nezito (Pelotas) e Uga (Portuguesa)
Pelotas: Piva, Ruy, Severo, Benedito, Serafim, Tito, Puccinelli, Toquinho, Nezito, Valter e Itajubá. Técnico: Ênio Rodrigues. 
Portuguesa: Félix (Orlando), Ditão, Henrique, Cacá (Vilela), Pampolini, Vilson, Neivaldo, Ivair (Uga), Faria (Estéfano), Nair e Gilberto (Nilson). Técnico: José Maria Antunes.
Arbitragem: 


Lista de jogos da Portuguesa na excursão por Minas Gerais e Rio Grande do Sul em 1964:

23/jan/1964 Portuguesa de Desportos 3 x 1 Atlético-MG
26/jan/1964 Portuguesa de Desportos 1 x 1 Cruzeiro
18/fev/1964 Portuguesa de Desportos 0 x 1 Internacional
21/fev/1964 Portuguesa de Desportos 0 x 0 Grêmio  
23/fev/1964 Portuguesa de Desportos 1 x 2 Pelotas


Pesquisa Arquivo Lobão
Fonte: Jornal Diário de Noticias